sábado, 22 de agosto de 2015

O Reino das Vozes que Não se Calam



























  "Sério que nem vai fingir que a ligação caiu...da para ouvir a sua respiração."(Carolina Munhóz e Sophia Abrahão)

        =======
   Depois de sofrer uma grande humilhação em uma festa com a amiga Anna, Sophie vai para casa arrasada. Sem saber o que fazer, ela cai no sono, e nesse momento encontra O Reino das Vozes que Não se Calam.
   Este novo mundo, é tudo o que sonhara ter; um lugar onde todos a amam, não a criticam, e a aceitam como é. Porém, todo esse luxo tem consequências.
   Para entrar no Reino, é precisa dormir, e com isso Sophie vai aos poucos largando o mundo real, e mergulhando cada vez mais fundo nesta aventura, podendo entregar até mesmo sua própria vida em prol de mais uma noite em seu mágico mundo.
       =======
  A forma com que as autoras descrevem problemas sociais, ideológicos, e culturais, me fizeram pensar em como seria o meu mundo feliz.
  A meiga Sophie nos cativa com seu gênio forte, mas ao mesmo tempo passivo, sua personalidade diferente e fora do padrão, que a torna uma personagem única e surreal. Por isso, estou louco para ler a continuação, e explorar mais um pouco desse incrível mundo criado com tantos detalhes!




Nenhum comentário:

Postar um comentário