terça-feira, 8 de setembro de 2015

Resenha - A Ascensão dos Nove





























  "Mas, na verdade, eu era uma mentira. É irônico. Mentir era tudo o que eu havia feito desde que chegara à Terra. Meu nome, minha
origem, onde meu pai estava, por que eu não podia dormir na casa de outra menina... mentir era tudo o que eu sabia, era o que me mantinha viva."
    =======
 Após a descoberta da existência de um novo Garde, numero Seis, Marina,  Ella e Crayton partem em direção à Índia com a esperança que os rumores encontrados na internet sejam reais. Do outro lado do mundo, John e Nove estão se preparando para enfrentar Setrákus Ra.
  Após se separar de Sam durante a fuga no covil dos mogadorianos, John segue adiante com os planos do número Nove, contudo a relação entre os dois mostra que não será tão fácil unir sua raça!
  =======
 Em comparação com os dois primeiros livros da saga, A Ascensão dos Nove conteve uma imensa carga de adrenalina e ação que seguram o leitor do início ao fim. A aparição de novos personagens fortes e únicos e principalmente a separação do livro em três narrativas distintas fizeram a leitura ficar com um ar leve e eletrizante.



Um comentário: