sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Poetizando - Consciência Negra


















   Hoje tem Post Especial!!!!
                ====
 Em homenagem ao dia da Consciência
Negra, vou deixar um dos meus poemas sobre o racismo.




          Negras Emoções



 Sinta na pele, as negras canções,
 Os negros sorrisos de negras razões.
 Sinta na alma, o mesmo carisma,
 Esbanja alegria, na verde campina.

 Sonhos roubados, destruiu amores,
 Acabou com sorrisos, intensificou suas dores.
 De frente a capela, a fogueira ascende,
 Mata as cores, destrói os doentes.

 Negras raízes, com negros tendões,
 Que choram o sangue, do Brasil nas monções.
 Negros labelos, com negros olhares,
 Sentem o frio, a tristeza, e o cansaço.

 Sinta a dor, sinta o frio,
 Mas não sinta a tristeza, das vozes a fio.
 Não sinta a luxúria, sinta a euforia,
 Das cores que alegram, de novo nosso dia.
                                     ( Gláuber Brasileiro)



    O poema em si, é um comentário sobre o racismo, e a prova de que não importa a cor, ou a etnia, todos somos, acima de tudo, humanos!!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário